A UTILIZAÇÃO DA REALIDADE AUMENTADA COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA NO PROCESSO DE ENSINO DA ENGENHARIA MECÂNICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21439/conexoes.v17i0.3473

Palavras-chave:

Engenharia Mecânica. Ensino-aprendizagem. Realidade aumentada. Tecnologia.

Resumo

O ambiente escolar contemporâneo precisa estar atualizado com as inovações tecnológicas. As lousas tradicionais são substituídas por projetores e lousas digitais, o que permite maior interação com o conteúdo abordado, potencializando assim a relação entre ensino e aprendizagem. O objetivo principal desta pesquisa é discutir o uso do recurso tecnológico denominado Realidade Aumentada (RA) voltado para o ensino das disciplinas voltadas à Engenharia Mecânica. Esta proposta visa mitigar uma dificuldade, comumente encontrada entre os alunos, relacionada à visualização tridimensional dos elementos representados de forma bidimensional. A metodologia adotada consiste em uma revisão bibliográfica com obras relevantes, a fim de definir o estado de arte do tema em questão. Como resultado, apresenta-se a viabilidade de utilização da RA em sala de aula nas disciplinas de Engenharia Mecânica, necessitando de uma prévia qualificação do docente responsável pelas disciplinas, uma vez que este se apresentará como intermediador do processo de construção do conhecimento pelo aluno. Os resultados e conclusões obtidos afirmam que o uso da RA potencializa significativamente o ensino deste campo, trazendo uma maior compreensão dos conteúdos relacionados à Engenharia Mecânica de forma abrangente, destacando-se pela viabilidade de uso em sala de aula.

Biografia do Autor

Jonathan Felipe da Silva, IFCE

Técnico em Edificações pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI, 2011) e graduado como Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal do Ceará (UFC, 2018). Licenciado em Pedagogia ( Centro Universitário Claretiano). Mestre em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) - Campus Fortaleza (2021). Doutorando em Ensino pela Rede Nordeste de Ensino (RENOEN) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Pós-graduando em Engenharia de Segurança do Trabalho ( Especialização - Centro Universitário Estácio). Atualmente, ocupa o cargo de Técnico de Laboratório - Edificações no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - Campus Morada Nova. Possui experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Arquitetura e Urbanismo, além de experiência como pesquisador das áreas de Práticas Pedagógicas no Ensino de Ciências e Matemática e aplicações de Realidade Aumentada e Realidade Virtual no Ensino.

Sandro César Silveira Jucá, IFCE

possui Nivelamento Universitário (Studienkolleg) na Technische Hochschule Köln - Alemanha (1996 a 1998) e Graduação em Tecnologia Mecatrônica pelo Instituto Federal do Ceará (2002). É Especialista em Automação Industrial (2003) e Licenciado em Física (2005) pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Mestre (2004) e Doutor em Engenharia Elétrica (2014) pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com pesquisa realizada na Universität Paderborn - Alemanha e Bolsa do programa de Doutorado Sanduíche do Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD). Realizou também estágio de pesquisa pós-doutoral (2019) com Bolsa da Fundación Carolina na Universidad de Cádiz - Espanha, onde é consultor da comissão de garantia de qualidade do Programa de Doutorado em Engenharia Energética e Sustentável. É membro fundador da Academia Cearense de Matemática (ACM), também do ambiente de produtos educacionais SanUSB.org e do blog sanusb.blogspot.com. Atualmente é professor titular e pesquisador do IFCE, atuando como docente nos Mestrados ProfEPT (Educação Profissional e Tecnológica em rede nacional), PPGER (Mestrado Acadêmico em Energias Renováveis) e no Doutorado Acadêmico da Rede Nordeste de Ensino (RENOEN) no IFCE. É moderador do grupo de pesquisa GREPET - IFCE. Pesquisa nas áreas de Engenharia Elétrica, Mecatrônica e Educação Profissional, dentro dos seguintes temas: Energias Renováveis, Sistemas Embarcados, IoT, Robótica e EaD.

Solonildo Almeida da Silva, IFCE

Possui graduação em Geografia / Licenciatura Plena pela Universidade Estadual do Ceará (1999), graduação em Pedagogia / Licenciatura Plena pela Universidade Estadual do Ceará (2009), graduação em Artes Cênicas (Teatro) / Licenciatura Plena pela Universidade Federal do Ceará (2020), mestrado acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade (Sociologia) pela Universidade Estadual do Ceará (2005) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2011). Atualmente é professor colaborador da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, no Programa Associado de Pós-Graduação em Ensino e Formação Docente (PPGEF Unilab-IFCE) / Mestrado Profissional, professor permanente de doutorado acadêmico da Universidade Federal de Sergipe, Doutorado em Ensino (Rede Nordeste de Ensino - Renoen), professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica - ProfEPT / Mestrado Profissional no Instituto Federal do Ceará (IFCE). Tem experiência na área de Educação e Ensino, atuando principalmente nas licenciaturas (cursos de formação de professores) com os seguintes temas: ensino, processo de ensino-aprendizagem, ensino superior, ensino - aprendizagem e educação, currículo. ENSINO, CURRÍCULO E PROCESSOS DE ENSINO-APRENDIZAGEM: em consonância aos objetivos do programa, a escolha por esta área de concentração está pautada na necessidade de produção de conhecimentos teórico-práticos que possam reverberar diretamente no entendimento e minimização dos desafios e dificuldades da educação contemporânea no que tange aos processos de ensino e de aprendizagem. Assim, visa-se construir uma estreita relação com práticas educativas concretas instauradas no âmbito de espaços formais e não-formais, contribuindo tanto com o avanço teórico-metodológico da pesquisa e do ensino quanto com o necessário desenvolvimento da região Nordeste no que se refere aos indicadores sociais e educacionais, dentro do alcance e limite das linhas de pesquisa. Ensino, Currículo e Cultura Articula análises e estudos relativos às políticas e práticas curriculares, ao trabalho pedagógico e à formação de professores, assim como as implicações da diversidade e do contexto histórico-social, cultural e ambiental na sociedade contemporânea e no processo educativo das ciências, humanidades e artes. Esta linha de pesquisa permite desvelar questões como as dimensões da experiência escolar (sua estrutura, seletividade e os parâmetros de agrupamento escolar, os tempos escolares, as relações de gênero, étnico raciais, inclusivas, ambientais, a organização do conhecimento escolar (manuais escolares, organização formal dos conteúdos); a caracterização escolar da aprendizagem (os rituais e usos, a avaliação, os processos disciplinares).

Downloads

Publicado

04-12-2023

Como Citar

da Silva, J. F., César Silveira Jucá, S., & Almeida da Silva, S. (2023). A UTILIZAÇÃO DA REALIDADE AUMENTADA COMO FERRAMENTA TECNOLÓGICA NO PROCESSO DE ENSINO DA ENGENHARIA MECÂNICA. Conexões - Ciência E Tecnologia, 17, e022019. https://doi.org/10.21439/conexoes.v17i0.3473

Edição

Seção

Seção de Engenharias

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.