POTENCIAL USO DE SUBPRODUTOS INDUSTRIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA NA PRODUÇÃO DE CIMENTOS ÁLCALI-ATIVADOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21439/conexoes.v17i0.2800

Palavras-chave:

Aglomerantes. Geopolímeros. Escórias de aciaria. Cinzas de termelétrica

Resumo

Os cimentos álcali-ativados têm recebido destaque nos últimos anos. Primeiro, por ser um possível substituto ecológico do cimento Portland. Segundo, pelo potencial uso de materiais residuais locais em sua produção. No entanto, é necessário que esses resíduos correspondam a fontes de aluminossilicatos e tenham a capacidade de formar uma matriz aglomerante ao ser alcalinamente ativados. Portanto, o objetivo deste artigo é investigar o potencial de cinzas do carvão mineral e escórias de aciaria, gerados na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), para aplicação como precursor de cimento álcali-ativado (CAT). No estudo experimental, a cinza volante, a cinza pesada, a escória de forno básico de oxigênio (BOF) e a escória de dessulfuração (KR) foram processadas para adequação granulométrica, e suas características químicas, físicas e mineralógicas foram investigadas. Realizou-se o ensaio de resistência à compressão em pastas ativadas com hidróxido e silicato de sódio. Os resultados indicam que a cinza volante apresenta composição química e finura adequadas para a álcali-ativação. Enquanto, a cinza pesada e as escórias precisam de adequação granulométrica, além disso, o teor de óxido de alumínio desses materiais é inferior ao observado na literatura, assim como, o teor de óxido de silício das escórias. Contudo, a resistência à compressão das pastas apresentou valores factíveis de uso como aglomerante na construção civil. O maior valor obtido foi de 23,7 MPa com uso de cinza volante, seguido de 15,8 MPa com uso de cinza pesada. Por fim, atesta-se a viabilidade do uso de subprodutos industriais da RMF como precursor de CAT.

Biografia do Autor

Heloina Nogueira Costa, Universidade Federal do Ceará

Engenheira civil, doutora em Engenharia e Ciência de Materiais, mestra em construção civil, professora da Universidade Federal do Ceará-Campus de Crateús.

Eduardo Bezerra Cabral, Universidade Federal do Ceará

Engenheiro Civil, mestre em construção civil, doutor em Ciência da Engenharia Ambiental. Professor associado III da Universidade Federal do Ceará.

Ricardo Emílio Ferreira Quevedo Nogueira, Universidade Federal do Ceará

Engenheiro mecânico, mestre em engenharia mecânica, doutor em Tecnologia de Materiais. Professor Associado da Universidade Federal do Ceará

Downloads

Publicado

01-11-2023

Como Citar

Costa, H. N., Cabral, E. B., & Nogueira, R. E. F. Q. (2023). POTENCIAL USO DE SUBPRODUTOS INDUSTRIAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA NA PRODUÇÃO DE CIMENTOS ÁLCALI-ATIVADOS. Conexões - Ciência E Tecnologia, 17, e022017. https://doi.org/10.21439/conexoes.v17i0.2800

Edição

Seção

Seção de Engenharias

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.