Método de Valoração de Patentes para o NIT-UFSJ

Pedro Henrique de Abreu Paiva, Simone de Faria Narciso Shiki

Resumo


Este artigo tem como objetivo o desenvolvimento de um método de valoração alternativo para o Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Procurou-se na bibliografia recente metodologias que se encaixam aos princípios aqui almejados: simplicidade, economicidade e tempo. Os resultados apontam que os profissionais da área, em geral, se utilizam da Teoria das Opções Reais (TOR), porém, este método é complicado haja vista a natureza diferenciada de um Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) comparado com uma empresa. PITA (2010) desenvolveu um método rápido e prático de se chegar ao valor de uma patente. No presente trabalho, esse método é moldado para que se encaixe a realidade do NIT-UFSJ, e pode até ser aplicado em outros Núcleos de Inovação Tecnológica. A viabilidade do método é confirmada a partir da aplicação prática em uma das inovações depositadas no NIT-UFSJ, no qual um possível valor desta foi encontrado facilmente. Assim sendo, este método poderá ser utilizado pelo NIT-UFSJ em outros pedidos de patentes, servindo de base para uma eventual transferência de tecnologia. Portanto, a valoração de patentes auxiliará o NIT-UFSJ, juntamente com outras ferramentas como a pesquisa de mercado e prospecção tecnológica, a identificar a viabilidade mercadológica da patente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v11i3.878