Análise da Inadimplência Bancária: Um Estudo de Caso da Região Metropolitana de Fortaleza

Harine Matos Maciel, Wlisses Matos Maciel

Resumo


A concessão de crédito tornou-se uma das principais operações dos bancos pós-estabilização econômica. O setor bancário busca uma melhoria na análise de concessão de crédito, pois existe o risco das pessoas não honrarem seu compromisso com a instituição financeira. É fundamental que haja um acompanhamento das operações para garantir o retorno dos empréstimos concedidos. Desta forma, o objetivo do trabalho foi analisar os principais fatores que determinam a inadimplência de clientes de um banco comercial em um município da região metropolitana de Fortaleza. Para analisar a probabilidade de inadimplência do cliente, foi construído um modelo com o objetivo de identificar relações significantes entre a variável dependente (probabilidade de inadimplência) e as variáveis explicativas (estado civil, tempo de conta, grau de instrução, idade, sexo e renda).Os principais resultados obtidos foram que ambos os sexos possuem participações semelhantes no setor bancário, a idade média dos clientes é de 47 anos, a escolaridade concentra-se no ensino médio e superior completo, a renda de mais de 50% dos clientes é maior ou igual a cinco salários mínimos e 66,78% dos clientes da agência estudada estão adimplentes. Para analisar a probabilidade de inadimplência do cliente, foi construído um modelo com o objetivo de identificar relações significantes entre a probabilidade de inadimplência e o estado civil, tempo de conta, grau de instrução, idade, sexo e renda. Os coeficientesque mais influenciaram a probabilidade de inadimplência foram os das variáveis: tempo de conta, idade, grau de instrução e renda. Os resultados demonstraram não haver relações significantes entre todas as variáveis estudadas. Apesar disso, acredita-se que os resultados deste trabalho devem ser aprofundados através de estudos posteriores para tornar possíveis conclusões definitivas quanto à relação entre as principais variáveis utilizadas na gerência de risco de um cliente bancário.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v11i3.867