ESTUDOS DE DESCOLORAÇÃO OXIDATIVA DO AZO CORANTE ACID RED 27 EM MEIO AQUOSO VIA PROCESSO UV/H2O2

Francisco de Assis Rocha da Silva, Bruno César Barroso Salgado, Kelly de Araújo Rodrigues Pessoa, Glória Maria Marinho Silva, Rinaldo dos Santos Araújo

Resumo


No presente trabalho investigou-se a descoloração oxidativa do azo corante Acid Red 27em solução aquosa via oxidação fotoquímica (processo UV/H2O2. Os estudos de descoloração a temperatura ambiente (27 oC) foram realizados em batelada em um foto-reator com volume útil de 100 mL sob agitação magnética de 200 200 rpm e usando como fonte de radiação ultravioleta (254 nm) uma lâmpada de vapor de mercúrio de 5 W, a qual fornece uma intensidade de radiação constante de 17,7 mW/cm2. Experimentalmente foram investigados os efeitos dos parâmetros de concentração inicial de corante e dosagem do oxidante (H2O2) sobre a eficiência e cinética da descoloração. Os resultados obtidos usando 1,0 mM de oxidante e  concentrações iniciais de corante entre 2,5 e 25 mg/L mostram eficiências de descoloração superiores a 95%. Do ponto de vista cinético os dados experimentais se ajustaram bem ao modelo cinético de primeira ordem. A caracterização das soluções aquosas após tratamento oxidativo mostrou significativas reduções das bandas cromóforas e aromáticas para o azo corante. A análise por cromatografia iônica indicou baixo teores de nitrato e sulfato e a presença de íons como lactato, acetato, propionato, formiato, maleato, carbonato, oxalato e ftalato, o que evidencia os fenômenos simultâneos de descoloração e degradação do corante em meio aquoso.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v8i3.652