PERFIL SOMATOTÍPICO E NÍVEL DE COMPOSIÇÃO CORPORAL DE JOGADORES DE BASQUETEBOL AMADOR

Keyla Batista Carvalho, Marks Leonardo Pereira Nobre, Joamira Pereira Araújo, Jonas Jandson Alves Oliveira, Ialuska Guerra

Resumo


O conhecimento do tipo físico ideal dos jogadores é essencial para cada tipo de esporte, inclusive do basquetebol, sendo o Somatotipo e o nível de composição corporal, importantes variáveis. O objetivo do estudo é identificar o perfil somatotípico e o nível de composição corporal de jogadores de basquetebol amador de acordo com as categorias de competição. A pesquisa é transversal, de caráter descritivo, quantitativo, de campo e possui uma amostra de 28 atletas de basquete amador do gênero masculino divididos por categorias de competição. Para avaliação utilizou-se o percentual de gordura e a massa magra dos atletas para dados antropométricos, enquanto para o perfil somatotípico o protocolo sugerido por Heath e Carter (1967). Utilizou-se o software Statiscal Package For Sciense Social SPSS versão 16.0 para estatística descritiva e para inferencial o teste Kruskal-Wallis e, havendo diferença, utilizou-se o Post-Hoc de Scheffé, adotando-se o nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que os atletas se encontram na faixa adequada do percentual de gordura para atletas masculinos de basquete, que é de 7 a 11%. Quanto ao perfil somatotípico as maiores porcentagens estão nas classificações Ectomorfo Endomórfico (33,3%) para a categoria Adulto, Ectomorfo Equilibrado (55,6%) para a categoria Sub 17 e Ectomorfo Equilibrado (80%) para categoria Infanto Juvenil. Conclui-se que as diferenças significativas encontradas ocorreram devido a categoria Infanto Juvenil estarem em uma fase de transformações corporais tanto na forma quanto na composição (Puberdade), enquanto que a categoria adulto já teria passado por esta fase puberal.

PALAVRAS-CHAVE: somatotípico, Ccomposição corporal, basquetebol


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v6i3.468