EFEITO DOS DIFERENTES TEORES DE MOLIBDÊNIO NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DE LIGAS FERRÍTICAS COM 9% DE CR

Fernando Henrique Costa Saboia, Natasha Lopes Gomes, Francisco Halyson Ferreira Gomes, Rodrigo Freitas Guimarães, Víctor Moita Pinheiro, Hamilton Ferreira Gomes de Abreu

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar as principais propriedades mecânicas de três ligas experimentais com 9% de Cr e o teor de Mo de 5%, 7% e 9%. Realizou-se ensaios mecânicos para determinar as propriedades mecânicas das ligas através da realização de ensaios de dureza, tração e impacto, obtendo-se valores de microdureza, tenacidade, alongamento, módulo de elasticidade, limite de escoamento, limite de ruptura e limite de resistência a tração. Após a realização de análise microestrutural, foi realizada medição de microdureza Vickers. Corpos de prova foram usinados para a realização de ensaios de tração, à temperatura ambiente. Também foram confeccionados corpos de prova para a realização dos ensaios de impacto Charpy-V reduzido, a temperatura ambiente e aquecidos à 60 °C e 100 °C. Observou-se uma tendência, na qual, as ligas com 7% e 9% de Mo apresentaram valores próximos de propriedades mecânicas e simultaneamente superiores aos valores apresentados pela liga com 5% de Mo. Apenas o valor de alongamento foi maior na liga com 7% de Mo. Através dos ensaios de impacto, evidenciou-se que as ligas apresentaram um comportamento frágil para a temperatura ambiente, porém, a temperatura acima de 60 ºC, as ligas tendem a apresentar um comportamento dúctil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v6i2.447