A INFORMÁTICA NO COTIDIANO DAS ESCOLAS PÚBLICAS - O TEMPO DO SABER E DO FAZER

Natal Lania Roque Fernandes, Marcos Monte Cruz

Resumo


O objetivo do presente texto é refletir sobre o uso da informática no processo de ensino e aprendizagem nas escolas
públicas de Fortaleza-CE. Para tanto, entrevistamos um grupo de professores com o intuito de conhecermos as
nuances da prática docente com os recursos midiáticos, enfatizando as dificuldades, as atividades desenvolvidas e
as possíveis contribuições para a aprendizagem do aluno. Autores como Moran [8], Bianchett [3], Barreto [2], Gatti
[5], Kenski [6], serviram de base para entendermos a relação do professor com a informática. Compreendemos que
a informática pode redimensionar a sala de aula e ser um valioso recurso para professores e alunos. A análise dos
depoimentos evidenciou a categoria tempo como fator determinante dessa relação, demandando o estudo de autores
como Assmann [1], Correia [4], Vilella [10], nos quais buscamos o entendimento de que na escola o tempo cronológico
precisa estar entrelaçado com o tempo vivido, para que os professores possam construir espaços/tempo de
aprendizagem com a informática no processo de ensino.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v4i1.349