AVALIAÇÃO DO USO DE MORINGA COMO AUXILIAR DE COAGULAÇÃO PARA O TRATAMENTO DE ÁGUAS DE RESERVATÓRIOS EUTROFIZADOS

Adriana Guimarães

Resumo


O presente trabalho objetivou avaliar o uso de sementes de Moringa oleífera Lam como auxiliar de coagulação no tratamento de água para consumo humano em pequenas comunidades que apresentam dificuldade de acesso ao recurso com qualidade adequada. No Brasil, existem diversas tecnologias que proporcionam o tratamento da água para consumo humano, mas existe certa deficiência, uma vez que pessoas que habitam em áreas carentes não tem acesso a água potável. Foram realizados ensaios em Jartest com aplicações de concentrações de 1 a 198 ppm de semente de Moringa oleífera, associados a diferentes concentrações de Policloreto de alumínio-PAC (1,7 a 58,2 mg/l). Avaliou-se a eficiência de clarificação da água a partir da redução dos parâmetros de cor e turbidez, foi também monitorado os parâmetros pH e alcalinidade da água bruta submetida ensaios de potabilização. Foram coletadas amostras após 120 minutos de decantação e logo em seguida pelo processo de filtração rápida descendente, para verificar se o sistema possibilita a produção de água dentro dos padrões estabelecidos pela legislação. Após análise estatística, pode-se concluir que a Moringa oleífera não apresentou efeito significativo, mas apresentou remoção da turbidez e cor.

Palavras-chave


Moringa oleífera Lam. Auxiliar de coagulação natural. Tratamento de água.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v14i1.1833