CRISE BRASILEIRA, EDUCAÇÃO SUPERIOR E SOFRIMENTO PSÍQUICO: SINTOMAS MÓRBIDOS DE UM TEMPO DA DESESPERANÇA

Cynthia Studart Albuquerque, Adriana Alves da Silva, Rachel Araujo de Matos

Resumo


Este ensaio, produzido com base em pesquisa bibliográfica e documental, discute a relação entre a educação superior e o processo de sofrimento psíquico dos estudantes, no contexto da crise estrutural do capital, particularizada na realidade brasileira. Reflete sobre as implicações dos processos de mundialização do capital, reestruturação produtiva e ajuste neoliberal do Estado para produção da insegurança social, do medo e da melancolia, determinantes para o sofrimento mental dos jovens estudantes, agora adensados pela conjuntura nacional de autoritarismo, desmonte das políticas sociais e ataque aos direitos. Resistir a esse tempo de desesperança por meio de reflexões e aprofundamento do tema se faz urgente para superação desses mórbidos sintomas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v14i1.1815