A INSERÇÃO DA MÚSICA COMO RECURSO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO PARA O ENSINO DE QUÍMICA

Valdecir Manoel da Silva, Francisco Ferreira Dantas Filho, Gilberlândio Nunes da Silva

Resumo


Este trabalho foi desenvolvido com o propósito de avaliar se a inserção da música como recurso-pedagógico favorece o desempenho dos alunos na aprendizagem do conteúdo Introdução ao estudo da Química. A proposta de ensino elaborada objetivou contribuir com o ensino deste conteúdo, minimizando dificuldades de aprendizagem dos alunos e buscando despertar o interesse e a motivação para aprender. A inserção da música nas atividades pedagógicas, estimula a participação dos alunos nas aulas de Química, propiciando a aprendizagem dos conceitos científicos associados ao conteúdo e rompe com a prática do ensino tradicional que, na maioria das vezes é por meio de aulas expositivas. A pesquisa tem natureza qualitativa com abordagem interpretativista. Os sujeitos desta pesquisa foram 81 estudantes do 1º ano do Ensino Médio. O Instrumento de coleta de dados foi um questionário semiestruturado contendo 10 questões. Os resultados apontam que o uso da música como recurso didático-pedagógico auxilia os docentes e propicia aos educandos aulas mais prazerosas, despertando-lhe o interesse pela disciplina, tornando as aulas diversificadas e motivadoras, nas quais os educandos interagiram mais entre si e com o professor. Portanto, a proposta de ensino compreendendo a música como recurso didático favorece o processo de ensino-aprendizagem do conteúdo científico ensinado nas aulas de Química na Educação Básica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v14i4.1541