ATUAÇÃO DO CAPS AD NO MUNICÍPIO DE IGUATU-CE FRENTE À INTERVENÇÃO REALIZADA COM USUÁRIOS DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS

Ailton Batista de Albuquerque Junior, Ismael Elieudo Bezerra, Nara Raquel Ancelmo Benvenuto, Marta Alves Silva

Resumo


O presente artigo tem, a priori, pretensão de analisar bibliograficamente a temática dos CAPS AD numa perspectiva de totalidade, contemplando da origem à contemporaneidade desta expressão da “Questão Social” para logo em seguida, de forma sucinta articular com atuação do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas do município de Iguatu-CE, elencando sua gênese ligada ao contexto socioeconômico e social da região explicitados através dos marcos históricos acerca da temática. Descortina o funcionamento da instituição, apresentando de que forma atua na viabilização de direitos a usuários de álcool e outras drogas, além de analisar o uso progressivo de drogas como uma problemática da expressão da questão social, partindo do pressuposto de que a questão do uso abusivo não é especificamente da sociedade contemporânea, à vista disso, verificar a intervenção realizada pelo CAPSad (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas) visto que é um equipamento que busca intervir frente às demandas postas referentes ao uso prejudicial. A posteriori, faz-se mister, também uma reflexão crítica quanto à superação ou alívio desta expressão da questão social”, através do equipamento referido. Confeccionado a partir de levantamentos bibliográficos que objetivam fundamentar o texto e procura se aprofundar no ínterim da pesquisa qualitativa de campo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v14i2.1354