HISTÓRIA E O LIVRO DIDÁTICO NO ENSINO MÉDIO DE ITAPIPOCA/CEARÁ: REFLEXÕES E APONTAMENTOS ACERCA DA IDADE MÉDIA.

Ailton Batista de Albuquerque Junior, Jaime Teixeira de Sousa, Marta Alves Silva

Resumo


A Idade Média é componente curricular básico para o estudo de História, logo como um dos pilares para a compreensão da formação da identidade do Ocidente, é vislumbrada até os dias de hoje como um período de estagnação cultural, intelectual e econômica. Tais mitos acerca desta era permeiam a historiografia desde sua concepção tradicional e vem se proliferando até os tempos contemporâneos penetrando no senso comum e influenciando os mais diversos materiais e mídias. Tal realidade adentra nas escolas através destes objetos e através do principal recurso utilizado no processo de ensino-aprendizagem: o livro didático. Esta pesquisa apresenta a análise realizada no espaço da Escola de Ensino Médio Coronel Murilo Serpa tendo como referencial o livro utilizado naquela escola: História: sociedade e cidadania, 1° Ano de Alfredo Boulos Júnior (2013) e a perspectiva de quem leciona História da Idade Média na citada instituição de ensino, buscando obter de forma objetiva a compreensão de como a visão acerca da Idade Média é conceituada no ambiente em questão. O estudo contou com pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e pesquisa de campo, além de utilizar um questionário com quatro questões abertas como instrumental para coleta de dados. Constatou-se que existem diferentes formas de apresentar os temas relativos à Idade Média, enquanto alguns autores são mais factuais e historiográficos, outros optam por apresentar as questões mais culturais. E isso repercute na fala dos alunos em que muitos se lembram de uma Idade Média construída historicamente e onde outros se reportam mais a lendas e mitos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v14i2.1353