Tratamento Biológico Anaeróbio-Aeróbio para Remoção de Corante de Água Residuária Têxtil Sintética

Bárbara Chaves Aguiar Barbosa, Carla Bastos Vidal, Carlos Ronald Pessoa Wanderley, Glória Marinho, Kelly Rodrigues

Resumo


Esse trabalho faz parte de uma pesquisa recentemente concluída pelo Mestrado em Saúde Pública (Linha: Produção, Ambiente e Saúde) da Universidade Federal do Ceará (UFC) que objetivou apresentar as perspectivas (sonhos, desejos, aspirações) de alguns garis e catadores de recicláveis de Fortaleza/CE, frente à realidade social, econômica e ambiental por eles vivenciada. Em termos metodológicos, trabalhamos com a pesquisa qualitativa, com entrevistas individuais, com gravadores digitais e com um roteiro semi-estruturado - após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da UFC. Os entrevistados foram catadores da Usina de Triagem do Jangurussu, os de uma associação e trabalhadores da coleta formal de resíduos: garis. O grupo de entrevistados foi ‘fechado’ pelo princípio da saturação e envolveu oito sujeitos voluntários. Após transcrição e análise das falas observamos dois distintos ‘mundos’: o do gari e o do catador da Usina de Triagem. As falas apontaram que alguns entrevistados: i) desejam continuar no trabalho (desde que melhores condições sejam proporcionadas), ii) desejam abandonar o ofício (mas suas atuais condições os impossibilitam) e iii) desejam ascender a outros cargos (passar de gari para motorista, por exemplo). Observamos, ainda, que as informações construídas com os sujeitos refletem um pouco da dialética inclusão/exclusão, orgulho/humilhação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v3i1.127