Panorama da Acessibilidade nos Hotéis 5 Estrelas de Fortaleza - Ceará

Júlio César Ferreira Lima, Marcelo Bastos Pereira Filho

Resumo


A sociedade contemporânea discute e defende a igualdade de todos os indivíduos. Compondo parte dessa sociedade, encontram-se as pessoas com mobilidade reduzida (PMR). Os diversos setores sociais, pois, devem estar preparados para acolher esses cidadãos por meio de uma acessibilidade de qualidade. A hotelaria, como importante área econômica, também deve estar ciente da importância em recepcionar bem as PMR em seus empreendimentos. O objetivo geral desse estudo é explorar as condições de acessibilidade para PMR nos hotéis de categoria 5 estrelas de Fortaleza. Os objetivos específicos buscaram identificar as necessidades básicas das PMR dentro de meios de hospedagem, segundo as normativas de acessibilidade da ABNT e do manual implantado pela EMBRATUR, e assinalar as condições de acessibilidade de cada hotel pesquisado. O trabalho se caracteriza como um estudo de caso exploratório, através do método indutivo, com abordagem de caráter qualitativo. Foram realizadas pesquisas bibliográficas e uma pesquisa de campo, apresentando 1 questionário como o instrumento fornecedor dos dados, respondido pelos responsáveis dos departamentos de hospedagem dos hotéis. A análise dos resultados mostrou que nenhum dos hotéis visitados apresentava todos os itens necessários para acessibilidade conforme regem as leis e também que não estavam de acordo com as exigências estabelecidas pelas normas em números de apartamentos acessíveis. Concluiu-se, então, que os hotéis 5 estrelas de Fortaleza não apresentavam uma ampla acessibilidade para recepcionar hóspedes com mobilidade reduzida.

Palavras-chave


Acessibilidade. Hotelaria. Inclusão Social. Pessoas com Mobilidade Reduzida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v12i3.1269