Efeito da Rede de Reservatórios sobre a Energia Hidráulica Acumulada em Bacia Hidrográfica de Meso-Escala no Semiárido Brasileiro

Antonia Tatiana Pinheiro do Nascimento, Allison Gurgel Macambira, Pedro Henrique Augusto Medeiros

Resumo


O Nordeste do Brasil está inserido em região semiárida cujas precipitações irregulares, associadas a elevadas taxas de evaporação potencial e solos rasos, são características predominantes. Dentro deste contexto, diversas técnicas de sobrevivência surgiram, como por exemplo, a construção de reservatórios superficiais para o armazenamento de água. No presente trabalho avalia-se o efeito da rede de reservatórios sobre a energia hidráulica acumulada na bacia do açude Fogareiro (7.700 km2 ), Ceará, em diferentes cenários de armazenamento de água. Observa-se que os pequenos açudes se encontram em grande quantidade, entretanto disponibilizam conjuntamente uma menor quantidade de água quando comparada com os reservatórios estratégicos de maior porte. No entanto, esses reservatórios tendem a distribuir espacialmente a disponibilidade hídrica, o que reduz o gasto com energia elétrica para abastecimento hídrico de comunidades mais remotas. Há ainda um ganho de energia hidráulica potencial do sistema, uma vez que esses reservatórios se localizam geralmente nas cabeceiras das bacias e, portanto, em cotas mais elevadas, reduzindo-se não apenas os comprimentos das linhas de adução mas também a altura manométrica. Assim, os pequenos reservatórios promovem uma maior eficiência energética dos sistemas de distribuição de água.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v10i5.1176