A Química Forense como Ferramenta de Ensino Através de uma Abordagem em CTS

Ana Kédyna Ribeiro de Souza, Caroline de Goes Sampaio, Maria Cleide da Silva Barroso, Antônio Marley de Araujo Stedile, Antônio Sérgio Araujo Holanda Filho, Francisco Bezerra de Matos Neto, Janaina Lopes Leitinho, Maria Goretti de Vasconcelos Silva

Resumo


Em geral, o ensino de Química no nível médio ocorre através de metodologias tradicionais e que não se busca uma relação dos conteúdos abordados com a realidade do aluno. Esta dificuldade pode ser minimizada quando trabalhada com temas que relacionem os aspectos da Ciência, Tecnologia e Sociedade – CTS, no universo de sala de aula. A Química Forense é uma temática que desperta e motiva os alunos, pois está presente em seriados de televisão, programa de computadores, entre outros. Dessa forma, este trabalho propôs o uso da Química Forense e seus recursos diferenciados como ferramenta para uma abordagem de Ensino em CTS. O objetivo da pesquisa foi desenvolver um minicurso que trabalhe aspectos teóricos e práticos da Química de forma contextualizada com a Química Forense. Dessa forma, buscou-se favorecer o desenvolvimento da capacidade de observação, investigação, argumentação e conexão entre os fenômenos químicos estudados e os dados observados em processos de perícia, para auxiliar na construção do conhecimento de forma contextualizada e interdisciplinar. Esse trabalho foi aplicado em uma escola pública do município de Maracanaú (CE), com alunos do terceiro ano do ensino médio, num total de 25 em parceria com professores e bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID do curso de licenciatura em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE, campus Maracanaú. Ademais, apontou-se como preocupação o desenvolvimento de diversas competências e habilidade para a formação do cidadão. Através dos instrumentais de avaliação aplicados, identificou-se uma maior motivação e empenho dos alunos em aprender. A aplicação do tema relacionado à CTS evidenciou eficácia para a compreensão dos conteúdos abordados, uma vez que permitiu a relação entre a química e o cotidiano do aluno, no que diz respeito aos temas relacionados à Química Forense.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v11i6.1124