Animações Virtuais como Proposta Metodológica para o Ensino de Embriologia

Nicki Rosberg Ferreira Maia, Maria Vanuza Lima da Silva, Cicero Antônio Maia Cavalcante, Felipe Augusto Correia Monteiro, Ana Glaúdia Vasconcelos Catunda

Resumo


A informática e suas tecnologias têm promovido mudanças no cenário da educação mundial, principalmente no que se refere ao ensino de Ciências, como a Biologia, tornando o aprendizado mais interativo, e as aulas mais dinâmicas. Neste sentido, o presente estudo objetivou avaliar na percepção dos estudantes e professores, a eficiência das animações didáticas como ferramenta metodológica para o ensino de embriologia. O estudo foi conduzido na escola Raul Barbosa, situada no município de Jaguaribe, Ceará. Participaram do processo 42 alunos do 2° ano do Ensino Médio e seis professores de Biologia da rede pública de ensino. Verificou-se através da aplicação de questionários com alunos e professores, que o emprego das animações didáticas melhorou a compreensão do conteúdo abordado. Na percepção de alunos e professores, esta metodologia possibilitou tornar as aulas mais dinâmicas e interessantes. Entretanto, as animações isoladamente, não substituem o trabalho primordial do professor de planejar, elaborar e ministrar suas aulas, podendo essa ferramenta ser utilizada como mecanismo de reforço às aulas expositivas e ao livro-texto.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v11i6.1116