Avaliação da Metodologia Jovem Cientista na Escola de Ensino Médio São Francisco da Cruz na Cidade de Cruz, Ceará

Wanglêsio Silveira de Farias, Silvana Silveira de Farias

Resumo


Em 2012, a EEM São Francisco da Cruz iniciou sua participação no Projeto Jovem de Futuro, que tem como uma das metodologias a Sistematização Jovem Cientista, implementada na escola em 2014 com uma série de projetos interdisciplinares e com metodologias diversificadas a serem trabalhadas no ensino médio. Esse trabalho tem como objetivo avaliar os impactos dessa metodologia no processo de ensino-aprendizagem, tomando como referência o ano letivo de 2014. Trata-se de uma pesquisa exploratória do tipo estudo de caso, onde foi observada a aplicabilidade das ações e aplicado um questionário aos professores que participaram diretamente da orientação dos projetos e outro questionário similar aos estudantes. Os questionários avaliam os efeitos dessas práticas e sua aceitação na comunidade escolar. Os resultados se mostraram positivos, uma vez que todo o trabalho foi desenvolvido dentro da proposta curricular, usando da diversidade metodológica, o que colaborou para o fortalecimento de práticas de ensino voltadas para a promoção da pesquisa em sala de aula. Conclui-se que a aplicação dessa metodologia favorece o uso da interdisciplinaridade e fomenta o protagonismo discente, no entanto nota-se que para pleno êxito é necessário planejamento e pesquisa por parte do docente para que possa conduzir os temas abordados de forma proveitosa, capaz de despertar no aluno o desejo de aprender.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21439/conexoes.v11i6.1071